Açorimagens
Ferramentas

projeto de tradução de autores açorianos

CONCLUSÕES XIII COLÓQUIO ANUAL DA LUSOFONIA "AÇORIANÓPOLIS" EM FLORIANÓPOLIS, SANTA CATARINA, BRASIL

...15) A obra de escritores açorianos, CRISTÓVÃO DE AGUIAR, DIAS DE MELO, DANIEL DE SÁ, E VASCO PEREIRA DA COSTA, entre outros, está a ser estudada em mestrados e doutoramentos na Universidade de Constança (Constanz), na Roménia, e no Instituto de Estudos Ibéricos e Ibero-americanos da Faculdade de Novas Filologias da Universidade de Varsóvia, na Polónia, e preparam-se já parcerias com tradutores em ROMENO, POLACO, FRANCÊS, ITALIANO, RUSSO, ESLOVENO E BÚLGARO para a futura tradução de CRISTÓVÃO DE AGUIAR, DANIEL DE SÁ E DE VASCO PEREIRA DA COSTA. Estas traduções serão, posteriormente, editadas naquelas línguas com o apoio do INSTITUTO CAMÕES (Portugal).

 

Este ambicioso projeto dos Colóquios, foi um verdadeiro desafio quando surgiu e agora que se encontra finalmente em andamento (outubro 2010) convém falar de prazos e formas de traduzir estes autores açorianos para concluir este projeto em 2012 quando se completarem dez anos de colóquios. o esquema escolhido é o seguinte:

Os Colóquios, em estreita ligação com os autores, escolhem os tradutores para fazerem o trabalho e estes depois, terão de entrar em contacto com os editores nas suas línguas para publicarem os livros com apoio do Instituto Camões como abaixo se descreve.

 

O primeiro autor escolhido foi Cristóvão de Aguiar que escolheu a obra “Passageiro em Trânsito” para ser traduzida até finais de 2012.

Vasco Pereira da Costa não indicou preferência

Daniel de Sá (já traduzido para Inglês e Espanhol “O Pastor das Casas Mortas”) escolheu "E Deus Teve Medo de Ser Homem".

 

À medida que os tradutores tenham oportunidade irão começar com a tradução da obra dos outros dois autores que se prevê possa estar concluída entre 2013 e 2014.

 

Chrys

O Presidente da Comissão Executiva, Colóquios da Lusofonia,

Dr. J. CHRYS CHRYSTELLO,

A NOSSA DIVISA É NÃO PROMETEMOS, FAZEMOS

Telefone: (351) 296446940, Telemóvel: (+ 351) 919287816/ 916755675

Correio eletrónico: [email protected], [email protected]  [email protected]

Todos os colóquios: http://www.lusofonias.net

 

 

 

 

 

 

 

Assunto: NOMEAÇÃO DE COORDENADORA PARA O PROJETO DE TRADUÇÃO DOS COLÓQUIO (outubro 2011)

PEQUENO HISTORIAL DO PROJETO DE TRADUÇÃO DE AUTORES AÇORIANOS
  1. CONCLUSÕES XIII COLÓQUIO ANUAL DA LUSOFONIA "AÇORIANÓPOLIS" EM FLORIANÓPOLIS, SANTA CATARINA, BRASIL

...15) A obra de escritores açorianos, CRISTÓVÃO DE AGUIAR, DIAS DE MELO, DANIEL DE SÁ, E VASCO PEREIRA DA COSTA, entre outros, está a ser estudada em mestrados e doutoramentos na Universidade de Constança (Constanz), na Roménia, e no Instituto de Estudos Ibéricos e Ibero-americanos da Faculdade de Novas Filologias da Universidade de Varsóvia, na Polónia, e preparam-se já parcerias com tradutores em ROMENO, POLACO, FRANCÊS, ITALIANO, RUSSO, ESLOVENO, INGLÊS E BÚLGARO para a futura tradução de CRISTÓVÃO DE AGUIAR, DANIEL DE SÁ E DE VASCO PEREIRA DA COSTA. Estas traduções serão, posteriormente, editadas naquelas línguas com o apoio do INSTITUTO CAMÕES (Portugal).

  1. CONCLUSÕES XIV COLÓQUIO ANUAL DA LUSOFONIA "Bragança 2010, 25 DE setembro A 2 DE outubro

Do encontro de 6 dias por terras de Bragança (27 de setembro a 2 de outubro) ressaltam-se a elevada qualidade científica das apresentações de mais de três dezenas de oradores e a presença das três Academias da Língua Portuguesa, Academia Brasileira de Letras, Academia das Ciências de Lisboa e Academia Galega da Língua Portuguesa. UMA sessão que mereceu realce foi a Sessão de Poesia, dia 30 setembro 2010, onde Concha Rousia e Chrys Chrystello declamaram uma dúzia de poemas a que o poeta se associou. Esta sessão começou com uma vídeo homenagem ao autor VASCO PEREIRA DA COSTA e a declamação ao vivo do seu poema Ode ao Boeing 747, lido em 11 das 14 línguas para que foi traduzido pelos Colóquios (Alemão, Árabe, Búlgaro, Catalão, Castelhano, Chinês, Flamengo, Francês, Inglês, Italiano, Neerlandês, Polaco, Romeno, Russo)

Este ambicioso projeto dos Colóquios, foi um verdadeiro desafio quando surgiu e agora que se encontra finalmente em andamento (outubro 2010) convém falar de prazos e formas de traduzir estes autores açorianos para concluir este projeto. O esquema escolhido é o seguinte:

Os Colóquios, em ligação com os autores, escolhem os tradutores para fazerem o trabalho e estes depois, terão de entrar em contacto com os editores nas suas línguas para publicarem os livros podendo estabelecer contacto para receberem apoio do Instituto Camões (ver anexo no final).

O primeiro autor escolhido foi Cristóvão de Aguiar que escolheu a obra “Passageiro em Trânsito” para ser traduzida até finais de 2012. A versão italiana ficou concluída em agosto 2011 e aguarda publicação. Outras se seguirão.

Vasco Pereira da Costa prefere uma tradução antologiada de poemas, mas deixa os poemas a traduzir ao livre critério de cada tradutor. O XIV Colóquio (Bragança 2009) apresentou a tradução de um poema seu em 14 línguas (ver www.lusofonias.net ou http://www.lusofonias.net/cat_view/90-cadernos-e-estudos/50-suplementos-dos-cadernos.html?lang=pt&limitstart=6&view=docman).

Daniel de Sá (que foi já traduzido para Inglês e Espanhol: “O Pastor das Casas Mortas”) escolheu "E Deus Teve Medo de Ser Homem".

Eduardo Bettencourt Pinto (já traduzido para Inglês) prefere uma tradução antologiada de poemas mas deixa os poemas a traduzir ao livre critério de cada tradutor.

À medida que os tradutores tenham oportunidade irão começar com a tradução da obra dos outros autores

  1. NOMEAÇÃO DE COORDENADOR DO PROJETO DE TRADUÇÃO DE AUTORES AÇORIANOS

Dada a minha impossibilidade de coordenar tudo e na sequência das conclusões do 16º colóquio em Santa Maria faltava:

       Nomear urgentemente um/a coordenador/a do projeto de TRADUÇÃO DE AUTORES AÇORIANOS em sete línguas dada a vastidão de autores e tradutores envolvidos. A tarefa principal do/a coordenador/a será de verificar (por exemplo, numa base mensal) com os tradutores e autores a sua disponibilidade e andamento das traduções dos autores selecionados.

A fim de dar seguimento a esta conclusão acabo de nomear a sócia e colega MARIA DE LOURDES BENGALA CARITA  [email protected] para coordenar este projeto.

Foram escolhidos/as e ofereceram graciosamente as suas horas livres para este projeto os/as seguintes tradutores/as:

  1. CRINA VOINEA, ROMENO [email protected] , [email protected]
  2. ILYANA CHALAKOVA, BÚLGARO, [email protected], [email protected]
  3. LARYSA SHOTROPA – RUSSO - [email protected]
  4. EMMANUELE DUCROCCHI – ITALIANO, [email protected]
  5. BARBARA JÜRSĪČ – ESLOVENO - [email protected][email protected]
  6. POLACO – ANNA KALEWSKA [email protected] /JOSÉ CARLOS ALBUQUERQUE COSTA DIAS [email protected]
  7. FRANCÊS – VANIA REGO [email protected] , [email protected]

ATÉ AGORA A COLEGA ROSÁRIO GIRÃO [email protected]  TEM TRATADO DO ITALIANO, ROMENO E POLACO

****************************************

Entretanto vários excertos foram traduzidos para inglês e francês, saiu a antologia bilingue de autores açorianos e fizeram-se traduções em 9 línguas de poemas de Álamo Oliveira e Chrys Chrystello

J. CHRYS CHRYSTELLO, Presidente da Direção,

COLÓQUIOS DA LUSOFONIA (AICL, Associação [internacional] Colóquios da Lusofonia) –

 

 

CONCLUSÕES XIV COLÓQUIO ANUAL DA LUSOFONIA "Bragança 2010”

25 de setembro a 2 de outubro

 

Do encontro de 6 dias por terras de Bragança (27 de setembro a 2 de outubro) ressaltam-se a elevada qualidade científica das apresentações de mais de três dezenas de oradores e a presença das três Academias da Língua Portuguesa, Academia Brasileira de Letras, Academia das Ciências de Lisboa e Academia Galega da Língua Portuguesa.

UMA sessão que merece realce foi a Sessão de Poesia, dia 30 setembro 2010, onde Concha Rousia e Chrys Chrystello declamaram uma dúzia de poemas a que o poeta se associou. Esta sessão começou com uma vídeo homenagem ao autor VASCO PEREIRA DA COSTA e a declamação ao vivo do seu poema Ode ao Boeing 747, lido em 11 das 14 línguas para que foi traduzido pelos Colóquios (Alemão, Árabe, Búlgaro, Catalão, Castelhano, Chinês, Flamengo, Francês, Inglês, Italiano, Neerlandês, Polaco, Romeno, Russo)


Em louvor do Boeing 737

 

Em voo encaro

as ilhas corredias num tropel

de nuvens tecidas de gaze

 

Daqui quase

a todas podia tocar

no húmido quente da sua pele

(mulheres de um amor bravo de mar)

com uma paixão à Garrett

 

E assim veloz as invado

alado

no Boeing 737

 

(Vasco Pereira da Costa)

 

LOBREDE AUF DIE Boeing 737

 

Im Fluge betracht ich

die Inseln, in einem Durcheinander gleitend

von aus Gaze gewobenen Wolken

 

Von hier aus, beinah,

könnt ich sie alle berühren

in der warmen Feuchte ihrer Haut

(Frauen von einer Liebe, wild wie das Meer)

mit einer Leidenschaft wie bei Garrett

 

Und so schnell dringe ich in sie ein

beflügelt

in der Boeing 737

 

Rolf Kemmler ALEMÃO

 

 

À la louange du Boeing 737

 

En vol je fixe mon regard

sur les îles qui défilent dans un flot

de nuages tissés de gaze

 

D’ici je les toucherais presque toutes

leur peau chaude et humide

(femmes d’un amour ardent de mer)

passionné comme Garrett

 

Et ainsi rapide je les envahis

Ailé

Dans le Boeing 737

 

MANUEL JOSÉ SILVA FRANCÊS

 

ХВАЛÁ НА БОИНГ 737

 

В полет срещам

купчината гладки острови,

от облаци, тъкани в газ

 

Оттук почти

всички аз мога да докосна

да сетя кожата им, влажна, топла

(жени насред беснеещо в любов море)

със страст, подобна на Гарет

 

И тъй стремглаво в тях прониквам

с криле

на Боинг 737

 

(Вашку Перейра да Коща)

ILYANA CHALAKOVA BÚLGARO (ouvir aqui por Iovka Tchobánova)

 

LOF VAN DE Boeing 737

 

In vlucht zie ik de eilanden

aanglijden door wolkenhopen

van ragfijn gaas

 

Van hier kan ik van allemaal

bijna de warme vochtigheid

aanraken van hun huid

(vrouwen van een onstuimige zeeliefde)

met een passie als die van Garrett

 

En zo neem ik ze in bezit

op snelle vleugels

in een Boeing 737

 

(Vasco Pereira da Costa)

ARIE POS NEDERLANDÊS

 

IN LODE DEL Boeing 737

 

In volo avvisto

le isole fluenti in una confusione

di nubi tessute di garza

 

Da qui quasi

le potrei palpare tutte

nell’umido caldo della loro pelle

(donne di un amore coraggioso di mare)

con una passione alla Garrett

 

E così veloce le invado

Alato

nel Boeing 737

 

(Vasco Pereira da Costa)

EMMANUELE DUCROCHI ITALIANO

 

 

Я вижу в полёте

 

острова, скользящие в беспорядке

среди сплетённых из марли облаков

Отсюда, казалось, я мог бы коснуться

 

их всех,

 их влажной обжигающей кожи

(супруги бурной любви морской)

со страстью Гарретта

 

Вот так я в них быстро вторгаюсь

на крылатом

Boeing 737

 

(Васко Перейра да Коста)

LARYSA SHOTROPA RUSSO (ouvir aqui por Iovka Tchobánova)

 

TER ERE VAN DE BOEING 737

 

Tijdens de vlucht kijk ik recht

op de glijdende eilanden in een kleed van

wolken uit gaas geweven

 

Van hieruit kan ik

ze bijna alle aanraken

in de vochtige warmte van hun huid

(vrouwen met een onstuimige liefde voor de zee)

met een hartstocht à la Garrett

 

En zo dring ik ze binnen gezwind

en gevleugeld

in de Boeing 737

 

(Vasco Pereira da Costa)

Francesca Blockheel FLAMENGO

Lauding Boeing 737

 

During flight I face

the running islands in a shuffle

of clouds weaved in gauze

 

I could almost touch

them all from here

on the humid warmth of their skin

(women full of brave sea love)

passionate as Garrett

 

And, thus, quick as lightning I invade them

winged

on a Boeing 737

 

(Vasco Pereira da Costa)

CHRYS CHRYSTELLO Inglês

 

737

 

 

 

خلال الطيران أحدق

 

 

في طيف الجزر التي تمر

 

في سحب منسوجة كثوب شفاف

 

 

 

من هنا تقريبا

 

يمكنني لمسها كلها

 

حرارة رطوبة جلدها

 

نساء جنون حب بحر

 

كعشق غاريت

 

 

 

و هكذا بسرعة أطير

 

بأجنحة

 

في بوينغ 737

 

 

 

فاشك بغيرة دكوشطة

 

Habiba Chafai  ÁRABE

 

 

Laudă pentru Boeing 737

 

 În zbor văd

Insulele diapozitivate într o îmbulzeală

 De nori ţesuţi în tifon

 

De aici  aproape

s-ar putea atinge

umezeala feirbinte a pielii 

(femei cu o dragoste nebună de mare)

cu o pasiune demnă de Garret

 

Şi astfel fulgerător le invadez

înaripat 

în Boeing 737

 

(Vasco Pereira de Costa)

Simona Vermeire Romeno

 

En alabanza del Boeing 737

 

En vuelo me encaro

con las islas furtivas en un tropel

de nubes tejidas de gasa

 

Desde aqui casi

todas podría tocar

en lo húmedo caliente de su piel

(mujeres de un amor bravo de mar)

con una pasión a lo Garrett

 

Y así veloz las invado

alado

en el Boeing 737

 

(Vasco Pereira da Costa)

Jesus Requena Castelhano

 

 

En lloança del Boeing 737

 

En vol m'encaro

amb les illes furtives en un tropell

de núvols teixits de gasa

 

Des de aqui gairebé

totes podria tocar

en l'humit calent de la seva pell

(dones d'un amor brau de mar)

amb una passió a l´estil de Garrett

 

I així veloç les envaeixo

alat

en el Boeing 737

 

(Vasco Pereira da Costa)

Jesus Requena Catalão

 

 

 

Pochwała samolotu Boeing 737

 

W locie spotykam

Wyspy znikające w galopie

jak chmury utkane z muślinu

 

Stąd prawie

Każdą mógłbym dotknąć

Po gorącej wilgotnej ich skórze

 (kobiet nieprzytomnie zakochanych w morzu)

milością romantyczną jak u Garretta/Mickiewicza

 

W pędzie zdobywam kobiety

Uskrzydlony

jak Boeing 737

Anna Kalewska POLACO

(Vasco Pereira da Costa)

 

Em louvor do Boeing 737   致波音737

 

我在飞

看到如幻的岛屿

洁白的云朵如丝锦

 

从这里

伸手可触及

那如热恋中的少妇

肌肤般的湿润

加莱特式的爱情

 

飞翔

乘着翅膀

在波音737上

 

(Vasco Pereira da Costa)

Sun Lam Chinês

 

 

projeto de tradução de autores açorianos

CONCLUSÕES XIII COLÓQUIO ANUAL DA LUSOFONIA "AÇORIANÓPOLIS" EM FLORIANÓPOLIS, SANTA CATARINA, BRASIL

...15) A obra de escritores açorianos, CRISTÓVÃO DE AGUIAR, DIAS DE MELO, DANIEL DE SÁ, E VASCO PEREIRA DA COSTA, entre outros, está a ser estudada em mestrados e doutoramentos na Universidade de Constança (Constanz), na Roménia, e no Instituto de Estudos Ibéricos e Ibero-americanos da Faculdade de Novas Filologias da Universidade de Varsóvia, na Polónia, e preparam-se já parcerias com tradutores em ROMENO, POLACO, FRANCÊS, ITALIANO, RUSSO, ESLOVENO E BÚLGARO para a futura tradução de CRISTÓVÃO DE AGUIAR, DANIEL DE SÁ E DE VASCO PEREIRA DA COSTA. Estas traduções serão, posteriormente, editadas naquelas línguas com o apoio do INSTITUTO CAMÕES (Portugal).

 

Este ambicioso projeto dos Colóquios, foi um verdadeiro desafio quando surgiu e agora que se encontra finalmente em andamento (outubro 2010) convém falar de prazos e formas de traduzir estes autores açorianos para concluir este projeto em 2012 quando se completarem dez anos de colóquios. o esquema escolhido é o seguinte:

Os Colóquios, em estreita ligação com os autores, escolhem os tradutores para fazerem o trabalho e estes depois, terão de entrar em contacto com os editores nas suas línguas para publicarem os livros com apoio do Instituto Camões como abaixo se descreve.

 

O primeiro autor escolhido foi Cristóvão de Aguiar que escolheu a obra “Passageiro em Trânsito” para ser traduzida até finais de 2012.

Vasco Pereira da Costa não indicou preferência

Daniel de Sá (já traduzido para Inglês e Espanhol “O Pastor das Casas Mortas”) escolheu "E Deus Teve Medo de Ser Homem".

 

À medida que os tradutores tenham oportunidade irão começar com a tradução da obra dos outros dois autores que se prevê possa estar concluída entre 2013 e 2014.

 

Chrys

O Presidente da Comissão Executiva, Colóquios da Lusofonia,

Dr. J. CHRYS CHRYSTELLO,

A NOSSA DIVISA É NÃO PROMETEMOS, FAZEMOS

Telefone: (351) 296446940, Telemóvel: (+ 351) 919287816/ 916755675

Correio eletrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar., Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.  Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Todos os colóquios: http://www.lusofonias.net

 

 

 

 

 

 

 

Assunto: NOMEAÇÃO DE COORDENADORA PARA O PROJETO DE TRADUÇÃO DOS COLÓQUIO (outubro 2011)

PEQUENO HISTORIAL DO PROJETO DE TRADUÇÃO DE AUTORES AÇORIANOS
  1. CONCLUSÕES XIII COLÓQUIO ANUAL DA LUSOFONIA "AÇORIANÓPOLIS" EM FLORIANÓPOLIS, SANTA CATARINA, BRASIL

...15) A obra de escritores açorianos, CRISTÓVÃO DE AGUIAR, DIAS DE MELO, DANIEL DE SÁ, E VASCO PEREIRA DA COSTA, entre outros, está a ser estudada em mestrados e doutoramentos na Universidade de Constança (Constanz), na Roménia, e no Instituto de Estudos Ibéricos e Ibero-americanos da Faculdade de Novas Filologias da Universidade de Varsóvia, na Polónia, e preparam-se já parcerias com tradutores em ROMENO, POLACO, FRANCÊS, ITALIANO, RUSSO, ESLOVENO, INGLÊS E BÚLGARO para a futura tradução de CRISTÓVÃO DE AGUIAR, DANIEL DE SÁ E DE VASCO PEREIRA DA COSTA. Estas traduções serão, posteriormente, editadas naquelas línguas com o apoio do INSTITUTO CAMÕES (Portugal).

  1. CONCLUSÕES XIV COLÓQUIO ANUAL DA LUSOFONIA "Bragança 2010, 25 DE setembro A 2 DE outubro

Do encontro de 6 dias por terras de Bragança (27 de setembro a 2 de outubro) ressaltam-se a elevada qualidade científica das apresentações de mais de três dezenas de oradores e a presença das três Academias da Língua Portuguesa, Academia Brasileira de Letras, Academia das Ciências de Lisboa e Academia Galega da Língua Portuguesa. UMA sessão que mereceu realce foi a Sessão de Poesia, dia 30 setembro 2010, onde Concha Rousia e Chrys Chrystello declamaram uma dúzia de poemas a que o poeta se associou. Esta sessão começou com uma vídeo homenagem ao autor VASCO PEREIRA DA COSTA e a declamação ao vivo do seu poema Ode ao Boeing 747, lido em 11 das 14 línguas para que foi traduzido pelos Colóquios (Alemão, Árabe, Búlgaro, Catalão, Castelhano, Chinês, Flamengo, Francês, Inglês, Italiano, Neerlandês, Polaco, Romeno, Russo)

Este ambicioso projeto dos Colóquios, foi um verdadeiro desafio quando surgiu e agora que se encontra finalmente em andamento (outubro 2010) convém falar de prazos e formas de traduzir estes autores açorianos para concluir este projeto. O esquema escolhido é o seguinte:

Os Colóquios, em ligação com os autores, escolhem os tradutores para fazerem o trabalho e estes depois, terão de entrar em contacto com os editores nas suas línguas para publicarem os livros podendo estabelecer contacto para receberem apoio do Instituto Camões (ver anexo no final).

O primeiro autor escolhido foi Cristóvão de Aguiar que escolheu a obra “Passageiro em Trânsito” para ser traduzida até finais de 2012. A versão italiana ficou concluída em agosto 2011 e aguarda publicação. Outras se seguirão.

Vasco Pereira da Costa prefere uma tradução antologiada de poemas, mas deixa os poemas a traduzir ao livre critério de cada tradutor. O XIV Colóquio (Bragança 2009) apresentou a tradução de um poema seu em 14 línguas (ver www.lusofonias.net ou http://www.lusofonias.net/cat_view/90-cadernos-e-estudos/50-suplementos-dos-cadernos.html?lang=pt&limitstart=6&view=docman).

Daniel de Sá (que foi já traduzido para Inglês e Espanhol: “O Pastor das Casas Mortas”) escolheu "E Deus Teve Medo de Ser Homem".

Eduardo Bettencourt Pinto (já traduzido para Inglês) prefere uma tradução antologiada de poemas mas deixa os poemas a traduzir ao livre critério de cada tradutor.

À medida que os tradutores tenham oportunidade irão começar com a tradução da obra dos outros autores

  1. NOMEAÇÃO DE COORDENADOR DO PROJETO DE TRADUÇÃO DE AUTORES AÇORIANOS

Dada a minha impossibilidade de coordenar tudo e na sequência das conclusões do 16º colóquio em Santa Maria faltava:

       Nomear urgentemente um/a coordenador/a do projeto de TRADUÇÃO DE AUTORES AÇORIANOS em sete línguas dada a vastidão de autores e tradutores envolvidos. A tarefa principal do/a coordenador/a será de verificar (por exemplo, numa base mensal) com os tradutores e autores a sua disponibilidade e andamento das traduções dos autores selecionados.

A fim de dar seguimento a esta conclusão acabo de nomear a sócia e colega MARIA DE LOURDES BENGALA CARITA  Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. para coordenar este projeto.

Foram escolhidos/as e ofereceram graciosamente as suas horas livres para este projeto os/as seguintes tradutores/as:

  1. CRINA VOINEA, ROMENO Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. , Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  2. ILYANA CHALAKOVA, BÚLGARO, Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar., Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  3. LARYSA SHOTROPA – RUSSO - Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  4. EMMANUELE DUCROCCHI – ITALIANO, Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  5. BARBARA JÜRSĪČ – ESLOVENO - Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  6. POLACO – ANNA KALEWSKA Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. /JOSÉ CARLOS ALBUQUERQUE COSTA DIAS Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  7. FRANCÊS – VANIA REGO Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. , Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

ATÉ AGORA A COLEGA ROSÁRIO GIRÃO Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.  TEM TRATADO DO ITALIANO, ROMENO E POLACO

****************************************

Entretanto vários excertos foram traduzidos para inglês e francês, saiu a antologia bilingue de autores açorianos e fizeram-se traduções em 9 línguas de poemas de Álamo Oliveira e Chrys Chrystello

J. CHRYS CHRYSTELLO, Presidente da Direção,

COLÓQUIOS DA LUSOFONIA (AICL, Associação [internacional] Colóquios da Lusofonia) –

 

 

CONCLUSÕES XIV COLÓQUIO ANUAL DA LUSOFONIA "Bragança 2010”

25 de setembro a 2 de outubro

 

Do encontro de 6 dias por terras de Bragança (27 de setembro a 2 de outubro) ressaltam-se a elevada qualidade científica das apresentações de mais de três dezenas de oradores e a presença das três Academias da Língua Portuguesa, Academia Brasileira de Letras, Academia das Ciências de Lisboa e Academia Galega da Língua Portuguesa.

UMA sessão que merece realce foi a Sessão de Poesia, dia 30 setembro 2010, onde Concha Rousia e Chrys Chrystello declamaram uma dúzia de poemas a que o poeta se associou. Esta sessão começou com uma vídeo homenagem ao autor VASCO PEREIRA DA COSTA e a declamação ao vivo do seu poema Ode ao Boeing 747, lido em 11 das 14 línguas para que foi traduzido pelos Colóquios (Alemão, Árabe, Búlgaro, Catalão, Castelhano, Chinês, Flamengo, Francês, Inglês, Italiano, Neerlandês, Polaco, Romeno, Russo)


Em louvor do Boeing 737

 

Em voo encaro

as ilhas corredias num tropel

de nuvens tecidas de gaze

 

Daqui quase

a todas podia tocar

no húmido quente da sua pele

(mulheres de um amor bravo de mar)

com uma paixão à Garrett

 

E assim veloz as invado

alado

no Boeing 737

 

(Vasco Pereira da Costa)

 

LOBREDE AUF DIE Boeing 737

 

Im Fluge betracht ich

die Inseln, in einem Durcheinander gleitend

von aus Gaze gewobenen Wolken

 

Von hier aus, beinah,

könnt ich sie alle berühren

in der warmen Feuchte ihrer Haut

(Frauen von einer Liebe, wild wie das Meer)

mit einer Leidenschaft wie bei Garrett

 

Und so schnell dringe ich in sie ein

beflügelt

in der Boeing 737

 

Rolf Kemmler ALEMÃO

 

 

À la louange du Boeing 737

 

En vol je fixe mon regard

sur les îles qui défilent dans un flot

de nuages tissés de gaze

 

D’ici je les toucherais presque toutes

leur peau chaude et humide

(femmes d’un amour ardent de mer)

passionné comme Garrett

 

Et ainsi rapide je les envahis

Ailé

Dans le Boeing 737

 

MANUEL JOSÉ SILVA FRANCÊS

 

ХВАЛÁ НА БОИНГ 737

 

В полет срещам

купчината гладки острови,

от облаци, тъкани в газ

 

Оттук почти

всички аз мога да докосна

да сетя кожата им, влажна, топла

(жени насред беснеещо в любов море)

със страст, подобна на Гарет

 

И тъй стремглаво в тях прониквам

с криле

на Боинг 737

 

(Вашку Перейра да Коща)

ILYANA CHALAKOVA BÚLGARO (ouvir aqui por Iovka Tchobánova)

 

LOF VAN DE Boeing 737

 

In vlucht zie ik de eilanden

aanglijden door wolkenhopen

van ragfijn gaas

 

Van hier kan ik van allemaal

bijna de warme vochtigheid

aanraken van hun huid

(vrouwen van een onstuimige zeeliefde)

met een passie als die van Garrett

 

En zo neem ik ze in bezit

op snelle vleugels

in een Boeing 737

 

(Vasco Pereira da Costa)

ARIE POS NEDERLANDÊS

 

IN LODE DEL Boeing 737

 

In volo avvisto

le isole fluenti in una confusione

di nubi tessute di garza

 

Da qui quasi

le potrei palpare tutte

nell’umido caldo della loro pelle

(donne di un amore coraggioso di mare)

con una passione alla Garrett

 

E così veloce le invado

Alato

nel Boeing 737

 

(Vasco Pereira da Costa)

EMMANUELE DUCROCHI ITALIANO

 

 

Я вижу в полёте

 

острова, скользящие в беспорядке

среди сплетённых из марли облаков

Отсюда, казалось, я мог бы коснуться

 

их всех,

 их влажной обжигающей кожи

(супруги бурной любви морской)

со страстью Гарретта

 

Вот так я в них быстро вторгаюсь

на крылатом

Boeing 737

 

(Васко Перейра да Коста)

LARYSA SHOTROPA RUSSO (ouvir aqui por Iovka Tchobánova)

 

TER ERE VAN DE BOEING 737

 

Tijdens de vlucht kijk ik recht

op de glijdende eilanden in een kleed van

wolken uit gaas geweven

 

Van hieruit kan ik

ze bijna alle aanraken

in de vochtige warmte van hun huid

(vrouwen met een onstuimige liefde voor de zee)

met een hartstocht à la Garrett

 

En zo dring ik ze binnen gezwind

en gevleugeld

in de Boeing 737

 

(Vasco Pereira da Costa)

Francesca Blockheel FLAMENGO

Lauding Boeing 737

 

During flight I face

the running islands in a shuffle

of clouds weaved in gauze

 

I could almost touch

them all from here

on the humid warmth of their skin

(women full of brave sea love)

passionate as Garrett

 

And, thus, quick as lightning I invade them

winged

on a Boeing 737

 

(Vasco Pereira da Costa)

CHRYS CHRYSTELLO Inglês

 

737

 

 

 

خلال الطيران أحدق

 

 

في طيف الجزر التي تمر

 

في سحب منسوجة كثوب شفاف

 

 

 

من هنا تقريبا

 

يمكنني لمسها كلها

 

حرارة رطوبة جلدها

 

نساء جنون حب بحر

 

كعشق غاريت

 

 

 

و هكذا بسرعة أطير

 

بأجنحة

 

في بوينغ 737

 

 

 

فاشك بغيرة دكوشطة

 

Habiba Chafai  ÁRABE

 

 

Laudă pentru Boeing 737

 

 În zbor văd

Insulele diapozitivate într o îmbulzeală

 De nori ţesuţi în tifon

 

De aici  aproape

s-ar putea atinge

umezeala feirbinte a pielii 

(femei cu o dragoste nebună de mare)

cu o pasiune demnă de Garret

 

Şi astfel fulgerător le invadez

înaripat 

în Boeing 737

 

(Vasco Pereira de Costa)

Simona Vermeire Romeno

 

En alabanza del Boeing 737

 

En vuelo me encaro

con las islas furtivas en un tropel

de nubes tejidas de gasa

 

Desde aqui casi

todas podría tocar

en lo húmedo caliente de su piel

(mujeres de un amor bravo de mar)

con una pasión a lo Garrett

 

Y así veloz las invado

alado

en el Boeing 737

 

(Vasco Pereira da Costa)

Jesus Requena Castelhano

 

 

En lloança del Boeing 737

 

En vol m'encaro

amb les illes furtives en un tropell

de núvols teixits de gasa

 

Des de aqui gairebé

totes podria tocar

en l'humit calent de la seva pell

(dones d'un amor brau de mar)

amb una passió a l´estil de Garrett

 

I així veloç les envaeixo

alat

en el Boeing 737

 

(Vasco Pereira da Costa)

Jesus Requena Catalão

 

 

 

Pochwała samolotu Boeing 737

 

W locie spotykam

Wyspy znikające w galopie

jak chmury utkane z muślinu

 

Stąd prawie

Każdą mógłbym dotknąć

Po gorącej wilgotnej ich skórze

 (kobiet nieprzytomnie zakochanych w morzu)

milością romantyczną jak u Garretta/Mickiewicza

 

W pędzie zdobywam kobiety

Uskrzydlony

jak Boeing 737

Anna Kalewska POLACO

(Vasco Pereira da Costa)

 

Em louvor do Boeing 737   致波音737

 

我在飞

看到如幻的岛屿

洁白的云朵如丝锦

 

从这里

伸手可触及

那如热恋中的少妇

肌肤般的湿润

加莱特式的爱情

 

飞翔

乘着翅膀

在波音737上

 

(Vasco Pereira da Costa)

Sun Lam Chinês

 

 

XXVI Colóquio

26 Coloquio AICL

Popular Tags