21
Qui., Nov.
0 New Articles

açorianidade textos
Ferramentas

O primeiro volume, em edição do autor, de CRÓNICA DO QUOTIDIANO INÚTIL saiu em maio 1972, com 32 páginas, dado que a censura (o célebre lápis azul) entendeu que a poesia juvenil e adolescente do autor não se conformava com os ditames do Estado Novo (1926-1974) e como tal cortou impiedosamente mais de 60 outras páginas que posteriormente viriam a fazer parte do vol. 2. Mereceu menção de Torquato da Luz no Suplemento Literário de o Diário de Lisboa em 15 de junho de 1972.

já não há leitores de poesia? aqui estão as minhas obras completas, 40 anos de vida literária.
A AUTOAPRESENTAÇÃO FOI FEITA NA SOLMAR NO DECURSO DO 19º COLÓQUIO DA LUSOFONIA EM MARÇO 2013

pretende adquirir um exemplar então peça-o à Livraria da Editora (Calendário de Letras)www.calendario.pt

capanova1.CQI 2012capacontracapa

Outros Vídeos

Popular Tags